As férias são como aquela gaja que nós achamos que nos vai ajudar a esquecer aquela ex, mas que por muito bom que seja, sabes que vais ter de voltar. Seja a viajar ou a ficar em casa, as férias costumam ser um ponto de interesse na vida de todas as pessoas pelas coisas que podem ir ver, a menos que sejamos barmans num bar de strip, aí fica difícil arranjar alguma paisagem que seja melhor que 8 horas de mamas aos saltos. Dito isto, atendendo a uma modalidade incrível para praticar nesta altura do ano, as férias com amigos, há claras diferenças entre as férias do Bairro e as férias da Mansão, mas vamos lá ao que interessa.

BAIRRO

Bairro que é bairro gosta de uma boa praia para ir apanhar sol e voltar para uma caixa de qualquer supermercado com um bronze que pareça que tomou banho em Coca-Cola. Onde há disso? Miami? Califórnia? Bali? Melhor. As viagens só têm dois alojamentos possíveis: Costa da Caparica, num parque de campismo numa tenda para 4, ou Algarve, num T0 a 35 km da costa. Em qualquer uma das opções, mínimo de 7 pessoas em algum dos espaços. A viagem deixa de contemplar malas e aviões e resume-se a mochilas, sacos e bagageiras de Fiat Unos cheias de tralha. Podem contar com o ar condicionado natural das janelas abertas. O pagamento das férias também é sempre incrível e nunca fácil. Seja porque alguém se esqueceu de dar a sua parte para pagar portagens, ou porque a Érica já está farta de ser sempre ela a levar croquetes, é mais difícil tirar dinheiro a estes viajantes gratuitos do que algum conteúdo das palavras do Bruno de Carvalho. Claro que depois o regresso a casa é ainda melhor, já que ‘o carro também se gasta e devo ter perdido para aí uns 2 litros de óleo só com a subida que fizemos para a Solange ir mamar na boca do Bruno nas traseiras do bar onde ele trabalha’. Sim, se conhecerem alguma Solange… pronto, há nomes que ditam o nosso destino.

MANSÃO

Aqui muitas vezes a escolha do local é o mais complicado, todos querem praia e piscina, todos querem calor e noite, mas também todos querem ser o responsável por acolher na sua mansão da Quinta do Lago o resto dos amigos, ou pelo menos, o resto dos filhos dos tios. As viagens aqui são sempre um ponto controverso, porque é onde começam a tentar esquecer que têm 7 apelidos e começam a querer muito ‘pé no chão’ e sonham alugar uma pão de forma para descer a costa vicentina... Dica: se alugas seja o que for para te deslocares nas férias, mesmo que fosse o pior chaço de sempre, isso não faz de ti menos emproado, porque embora te possas queixar do calor infernal que sentes como o pessoal do BAIRRO, só na MANSÃO é que é aceitável gastar 12€ numa bomba de gasolina em dois gelados e 3 garrafas de água frescas. O pagamento é sempre simples, pois não é feito. Ninguém aceita nada por estarmos a receber mais de uma dúzia de pessoas em nossa casa, afinal de contas, nós continuamos com dinheiro, os pais que paguem, não é meus queridos? O regresso a casa é feito tardiamente, até porque costuma acabar aquela semana no começo de uma outra, com os pais, primos, tios ou o que quer que seja. Estamos em Julho? Até meio de Setembro ainda rola umas férias simpáticas.

RESULTADO

Ir de férias com amigos é sempre bom, agora vocês é que sabem se o querem fazer no areal com croquetes ou no paredão com bifas. Seja qual for a opção, ir de carro corre sempre mal, não sejam parvos.

Escolham bem, façam como o Rei

Partilha isto:
Rúben Branco
Rúben Branco
Sou o Rúben Branco, comediante desde 2015, sou de Lisboa mas ando um pouco pelo país todo a fazer alguns espetáculos. Queres saber como podemos falar sobre espetáculos, gravações ou um jantar a dois porque te sentes desacompanhado? Envia-me um mail! #RubenBranco123 Abraço.