É um texto um bocado mais para gajos, mas se és gaja e estás a ler isto, a culpa é tua se anda aí um gajo a ter que se masturbar! Sua ingrata!

Eu percebo bem o método. Esperar que a casa esteja vazia, de repente estamos a ver umEntourage ou um Você na TV (depende do grau) e dá-nos a vontade. É inerente ao ser masculino. A cena aumenta e já que estamos sozinhos e estamos…mais vale pegar no “Tim dos Xutos” (é assim que eu lhe chamo às vezes) e metê-lo a fazer medleys. E lá partimos mais uma vez para o pecado, para o que faz nascer pelos nas mãos e cegueira. A chamada estimulação individual. Mas amigos não temam! Eu tenho aqui as dicas certas para impedir o enchimento da bomba.
Primeiro. Se te aperceberes de uma protuberância pélvica num local público, onde quer que seja (muitas vezes acontece-me no metro, talvez por causa da vibração ou só de haver muita gajaria), pensas duas vezes “vou à casa de banho safar o Benzema careca ou não?” faz o seguinte:
- Pensa no Claúdio Ramos (mesmo se fores gay funciona, porque um gay curte é homens).Pensa no Cláudio numa white party no Tamariz ou no Eskada. Pensa no Claúdio a escovar os dentes com a escova que ele tem que faz branqueamento dental e anal. Pensa no Claúdio a comentar coisas do dia-a-dia. Pensa no Claúdio com aqueles kimonos da H&M que ele usa. No cu. Estava a gozar. Nas costas. Pensa no Claúdio…já parou? Se não parou é porque isso veio com defeito.

Se o aumentativo de pénis não diminuir, relaxa. Às vezes com a pressão ainda ficamos mais tensos, ou tesos. Pensa na tua mãe (isto não funcionaria para mim, porque a tua mãe dá-me excitação), mas pensa na tua mãe. Se continuar, há aí qualquer coisa de errado. Freud deve explicar isso, mas ele está demasiado ocupado a ser falecido, por isso caga nele.

Se depois de pensares na tua mãe a insuflação peniana não estiver resolvida, é porque estás mesmo num caso grave. Precisas de sexo de verdade e as erecções são o teu selfie stick. Mas não desesperes amigo meu! Eu estou aqui. Há erecções capazes de apagar um incêndio ou fazer de poste de eletricidade numa terra qualquer na Guarda. Eu percebo isso. Não lhes toques.Isso pode dar uma onda que nem o McNamara consegue surfar, até porque é demasiado espessa.

O que tens de fazer agora, é sair do separador do humor. E ir ver a playmate do mês. Relaxa,pega no Timotei e no óleo Johnson’s e esconde-te onde tu sabes. Porque tu sabes e eu sei que tu sabes. Não ligues ao peso de consciência, não pesa mais que o teu órgão. Deixa sair todos os demónios embrulhados em branco que aí tens dentro. Eu sei bem o que isso é. Afinal, escrevi este texto todo com a mão esquerda.

Partilha isto:
Pedro Durão
Pedro Durão
dgf