O que os homens precisam saber sobre o ponto-C de uma mulher

Por Playboy Portugal

18 de October de 2017

Deixa-a liderar o caminho, afinal isto é para o seu benefício.

A maioria dos homens conhece o ponto-G de uma mulher, ou pelo menos deveriam conhecer. Para aqueles que desconhecem, ponto-G, segundo o ginecologista, Ernst Gräfenberg, é uma zona erógena localizada entre duas a três polegadas dentro da vagina em direção à parede da frente. É um “hotspot” com textura de noz que gera orgasmos vaginais poderosos. Supondo que s uma loucura na satisfação sexual da tua parceira há uma boa hipótese de estares ciente do orgasmo do clitóris.

O que provavelmente nunca ouviste falar foi do orgasmo cervical. Mas não te preocupes: isso é só porque há pouca pesquisa para confirmar ou negar a sua existência. No entanto, muitas mulheres juram ter experimentado esse orgasmo indescritível e os especialistas insistem que são possíveis. Então, vamos explorar as nuances nunca chatas do corpo feminino, e descobrir por nós mesmos como podemos ajudar as nossas parceiras a alcançar o lendário orgasmo cervical.

"O conceito de orgasmo cervical é potencialmente autêntico, mas pergunto-me se isso não é mais uma experiência de todo o corpo que está a produzir um efeito de libertação, no entanto, não significa que não esteja lá. (o orgasmo)", disse Patti Britton, sexólogo clínico.

O colo do útero é uma porção em forma de rosca do útero, que é feito inteiramente de cartilagem. Localizado na extremidade inferior do útero, o colo do útero evita tudo o que entra na vagina de ir mais fundo do que deveria. O centro desse tubo de polegada longa é considerado altamente sensível. Quando estimulado, produz uma forte reação orgásmica que atravessa o corpo, embora o seu poder seja inteiramente dependente do indivíduo. O problema com o orgasmo decorrente do colo do útero é que, ao contrário da vagina e do clitóris, não há muitos distúrbios nervosos na área, razão pela qual especialistas como Britton especulam que um orgasmo cervical é realmente o resultado de outros nervos - como o clitóris - estimulado. "É bem possível que algumas mulheres tenham inervação ou condução nervosa e, portanto, experimentem sensação no colo do útero ou perto do colo do útero", diz Britton. "Mas não é um lugar comum para as mulheres denunciarem a resposta orgásmica".

No entanto, outros especialistas especulam que, de fato, existe um ponto "sagrado" localizado logo abaixo do colo do útero que promove uma "resposta orgásmica em êxtase". Eles dizem que a melhor maneira de encorajar os orgasmos cervicais é através da penetração profunda. E não te preocupes se tens um pénis abaixo da média porque a penetração profunda pode ser conseguida através de brinquedos também. Nenhum orgasmo é semelhante, a melhor maneira de descobrir como a penetração profunda funciona para ti é através da experimentação regular. Neste caso, mede qual é a velocidade e a profundidade com que a tua parceira se sente melhor para um resultado orgásmico.

Adicionalmente, os especialistas recomendam a experimentar o orgasmo do colo do útero ou cervical quando a mulher já está excitada, para que a penetração seja sentir mais surpreendente do que dolorosa. Os especialistas também acreditam que as melhores probabilidades de atingir um orgasmo cervical é tentar durante ou perto da ovulação, já que o colo do útero é mais baixo e mais fácil de alcançar. Não continues se estiver a ser doloroso. Em vez disso, mantem-na excitada, pois a lubrificação. Os orgasmos cervicais são mais fáceis de alcançar quando as mulheres estão próximas do orgasmo. Mas acima de tudo, é importante notar que deves ser mimoso ao experimentar o colo do útero, pois é uma sensação inteiramente nova que pode causar dor. Deixa-a liderar o caminho, afinal isto é para o seu benefício.


Playboy - A Publicação masculina mais vendida em todo o mundo!

Tags