As mulheres ficam entediadas com as relações sexuais após um ano

Por Playboy Portugal

17 de October de 2017

Não deixes que isto teassuste! Nenhum pénis tem uma data de validade.

De acordo com novas pesquisas da Universidade de Southampton doze meses é o tempo necessário para aborrecer uma mulher no quarto. Investigadores pesquisaram 11.508 participantes entre os 18 e os 72 anos de vários estados de relacionamento - casados, solteiros e pais - e descobriram que, além desse curto período de tempo, as mulheres são quatro vezes mais propensas a não se importar com o facto de ter ou não relações sexuais com seu parceiro. Os homens, no entanto, não experimentaram o mesmo interesse minguante. Isso levanta a questão: mais homens são propensos para monogamia do que mulheres?

No geral, cerca de um terço das mulheres não tem interesse em sexo após um ano de monogamia, o que é mais do dobro do número de homens. A pesquisa, publicada no British Medical Journal Open revelou outra visão problemática: homens e mulheres dizem que a grande razão pela qual se tornam desinteressados no sexo é por causa de experiências passadas de sexo forçado - uma circunstância predominantemente preocupante que afeta ambos os homens e as mulheres. Outros fatores que dificultam o interesse sexual incluem saúde precária e infeções sexualmente transmissíveis.

Em relação às mulheres solteiras, mostraram ter menos desejo sexual depois de terem três ou mais parceiros no espaço de um ano. Isso é por culpa. Para as mães, o fator secreto de lhes ter desinteressado do sexo foram as crianças. As mulheres também eram geralmente desinteressadas no sexo se não partilhassem gostos e desgostos similares no quarto. "A nossas descobertas mostram a importância do contexto relacional na compreensão do baixo interesse sexual em homens e mulheres", disse a autora principal do estudo, Cynthia Graham. "Para as mulheres em particular, a qualidade e o comprimento do relacionamento e da comunicação com seus parceiros são importantes na sua experiência de interesse sexual".

Em 2013, um estudo da Universidade de Medicina de Indiana tirou conclusões semelhantes. Os investigadores concluíram que a líbido feminina desmoronou em relacionamentos de longo prazo, indo contra a crença tradicional de que as mulheres são mais adequadas para a monogamia do que os homens. De fato, a líbido masculina permanece mais ou menos a mesma ao longo do tempo.

Não deixes que isto te assuste! Nenhum pénis tem uma data de validade. O sucesso de um relacionamento é inteiramente dependente de quão disposto estás para trabalhar nisso. Pesquisas publicadas no PLOS One, no início deste mês, sugerem que manter um parceiro sexualmente satisfeito não é complicado. A pesquisa, que entrevistou 2000 homens e mulheres que se envolveram numa variedade de comportamentos sexuais, analisou o nível de apelo de quase 50 comportamentos sexuais e descobriu que a maioria dos casais se envolveu em cerca de 30. De acordo com suas descobertas, homens e mulheres desejam comportamentos românticos e afetuosos acima de tudo. Isso significa que as coisas mais íntimas, como beijar, abraçar e dizer coisas doces sem motivo, são mais apreciadas do que conversas sujas e kink. Se quiseres manter a tua parceira satisfeita, certifica-te de que ela se sente desejada. Mais importante, deixa-a saber que a desejas. Sem intimidade, a tua vida sexual será sem sentido e extinta.


Playboy - A Publicação masculina mais vendida em todo o mundo!

Tags